Algumas pessoas pensam que um ter um site é o mesmo que ter uma landing page. Apesar de ambas estruturas serem usadas para apresentar informações de uma empresa ou profissional, e também de um produto ou serviço a clientes potenciais que estão fazendo pesquisas na web, o que diferencia uma da outra é o foco.

O site é mais usado para apresentar a empresa de uma maneira mais institucional, ou seja, a história, os fundadores, diferenciais, produtos ou serviços, dados de contatos, localização, entre outros.

A landing page tem como foco a conversão, ou seja, gerar contatos, vendas, leads, visitas.

Resumindo

Site: Foco nas informações gerais da empresa ou profissional.

Landing Page: Foco na conversão. Leads ou vendas.

Quando se pensa em desenvolver uma página de vendas, a parte técnica é a menos importante, ou seja, qual plataforma usar, quais imagens ou cores, tamanhos de textos entre outros… A preocupação inicial tem de estar voltada para o planejamento de como as informações serão apresentadas para o público alvo e qual o objetivo da página.

Ter um boa copy influência?

Sim. Criar uma landing page com planejamento é garantir 50% do resultado positivo esperado.

Em relação ao site, no planejamento é interessante dividir palavras-chaves?

Ao planejar um site, podemos pensar na estrutura do mesmo baseando em quais palavras-chaves são mais relevantes ao seu negócio. Isso irá ser benéfico tanto para a estrutura do site como também quando precisar desenvolver as landing pages de produtos ou serviços específicos.

No planejamento uma das perguntas mais importantes que você deve fazer a você mesmo é:

Qual o objetivo de ter um site?

Qual o objetivo de ter um landing page?

Tem pessoas que não precisam de um site e sim uma landing page, pois só precisam ter uma página para apresentar um produto ou serviço específico e capturar um endereço de e-email ou número de WhatsApp.

Quais os elementos para criar uma landing page de sucesso?

a) Entender o mercado digital é o primeiro deles.

b) Não focar somente na beleza do layout.

c) Pensar em somente um objetivo: Capturar endereços de e-mails ou contatos do WhatsApp. Não é recomendável querer os dois ao mesmo tempo.

d) Sempre desenhe antes de codificar. Quem tem uma copy bem feita tem 50% da landing page pronta.

e) Ter bom gosto na escolha das cores. Não use mais que 3 cores para não confundir o usuário pelo excesso de informações.

Como é o processo resumido?

Construa a copy. Um bom copywriter auxilia nesse processo.

Analisar landpages de mercados semelhantes ou complementares. Ter boas referências auxilia muito nessa etapa.

Criar a página e publicar.

Quais ferramentas são utilizadas?

WordPress + Elementor

Google Sites

Wix

Servidor de hospedagem de boa qualidade.

Registro de domínio.

Para gerar resultados em vendas, é necessário ter uma landing page.

Existem dois mercados que usam e abusam das páginas de conversão. São eles: afiliados e pessoas que trabalham com PLR.

Afiliado: A vantagem de trabalhar como afiliado é receber uma comissão que costuma ser maior que 30% para vender um produto ou serviço de uma empresa ou profissional na web. A desvantagem é não ter controle da produção bem como outras etapas e não pode ser considerado um negócio por conta desse detalhe.

PLR: Diferente do afiliado que não controle total sobre a criação, entrega, disponibilização do produto ou serviço vendido, no sistema de PLR, ele é considerado um negócio por ser detentor da ideia do seu direito de uso pleno e por isso tem controle em todas as etapas.

Dica de ouro para ter sucesso com sua página?

Ao desenvolver uma página de conversão, temos que pensar para quem iremos comunicar, como e o que queremos que o usuário faça ao interagir com ela.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *